NOTA DE ESCLARECIMENTO:

Apenas em 2018 mais de 50 artistas caetiteenses foram contratados pela Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Caetité, através da sua Diretoria de Comunicação vem a público, mais uma vez, exercer seu direito constitucional de resposta, tendo em vista que notícias veiculadas em um site e uma rádio da cidade de Guanambi e em redes sociais, informaram de forma inverídica que a Prefeitura age com descaso em relação aos artistas da nossa cidade.

A atual gestão municipal, desde o seu início, age com extremo cuidado, admiração e respeito com os agentes culturais da nossa terra. Prova disso é a realização do Censo Cultural com o propósito de registrar os espaços, ações e pessoas envolvidas nas atividades culturais, folclóricas e de turismo da sede e toda a zona rural do município. Esse trabalho tem o intuito de fomentar e potencializar essas práticas, reconhecendo a cultura do nosso povo, bem como, incentivando a geração de renda.

Além disso, o Governo Participativo mantém ativo o Projeto Arte e Eu, que funciona na Praça da Juventude e na Biblioteca Cézar Zama (no bairro Buenos Aires), com aulas de Dança e Teatro.

Conseguimos aprovar na Câmara de Vereadores, por unanimidade, o projeto de lei de iniciativa do poder Executivo Municipal que cria programas de incentivo à cultura no âmbito municipal. O objetivo é fomentar atividades culturais por meio de recursos próprios da prefeitura concedidos àqueles que atenderem aos critérios da lei.

Apenas em 2018 mais de 50 artistas caetiteenses foram contratados para participarem dos mais diversos eventos da cidade, desde o Encontro de Terno de Reis, passando pela Lavagem da Esquina do Padre, Forró dos Bairros, 2 de Julho e, agora, Festa de Sant’Ana. Realizamos, ainda, eventos como a 2ª Mostra de Quadrilhas Anarriê Caetité e o Projeto Viola Itinerante; iniciativas que fomentam a prática cultural do município.

No entanto, tendo em vista a grave crise financeira que acomete todo o país e, consequentemente Caetité, a Festa de Sant’Ana 2018 precisou ter seus investimentos restringidos e algumas medidas foram tomadas, como: reduzir a festa no Palco Principal em um dia e diminuir a quantidade de apresentações nesse palco de três para apenas duas atrações por dia. Outra medida, foi diminuir os cachês do Barracão Cultural.

Em momento algum essas medidas foram tomadas com o intuito de “agir com descaso com os artistas caetiteenses”, mas sim, como uma ação que integra um quadro geral de redução de custos. A atração Essencial Hits, que se apresentará após Titãs no Palco Principal, e está sendo questionada por algumas pessoas, foi contratada pelo valor R$15 mil, incluindo impostos e transporte.

Reiteramos nessa nota o nosso comprometimento para mantermos a nossa cidade com Terra da Cultura, não só no título, mas no apoio aos artistas da nossa terra. Sem mais para o momento, colocamo-nos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos, através do e-mail direcom@caetite.ba.gov.

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário